tumblr_lcxnx3590f1qev7m0o1_500Chega uma hora nas nossas vidas que precisamos seguir em frente, independente da tempestade, do caos ou das vozes que nos persegue. Uma mudança de hábito.

Se tem uma coisa que aprendo muito com Deus é que Ele está o tempo todo disposto a nos ajudar a recomeçar, não importando aonde erramos ou como estamos. Vejo a vida como um campo de guerra, dia após dia entramos em campo ou para vencer ou perder, o que vai dizer como sairemos desse campo de batalha será a nossa fé, quem é o nosso suporte nas horas difíceis e para quem recorremos quando nos vemos cercados e sem saída.

De um tempo pra cá entendi o que acabei de escrever, o que significa o apoio e a fé nesses momentos mais tensos da guerra. Eu recorria a mim mesma, as minhas próprias vontades, ao que achava certo dizendo ser o certo de Deus, mas sabe quando você faz ou fala algo tentando se convencer de está certa, entretanto dentro de você sua consciência te questiona: é o certo mesmo? E Deus, aonde fica nisso? Então parei para analisar a minha consciência e fiz um jogo: minha vontade vs. vontade de Deus, e quando percebi que na balança minha vontade vencia percebi que não estava vivendo e sim perdendo tempo. Quando não se vive para Deus, para a vontade Dele, somos como zumbis e soldados mortos na batalha. Ninguém me apontou o dedo, me fez lavagem cerebral ou me obrigou a segui-Lo, a ver desse modo como a vida deve ser vivida, fui eu, a única vontade minha que estava realmente certa e sempre estará, a de amá-Lo e segui-Lo, porque percebi a necessidade que tenho Dele quando me olhei no espelho e só via farrapos e migalhas, quando Ele me dizia o tempo todo: até quando, filha, você andará vagando? Batendo a cabeça? Até quando você negará a verdade?

Hoje eu posso dizer que minha vontade está bem abaixo da vontade de Deus, mas muitas precisam ser anuladas, porque os meus desejos corrompem o que Deus quer me ensinar e o que Ele tem para mim. Abrir mão do meu bem mais valioso, dos meus sonhos e de mim mesma, porque não suportava mais o vazio dentro de mim e a solidão de viver sem Deus, porque quando eu ajoelho, eu toco o céu, eu sinto paz, eu me encontro, eu posso ver que sou um vaso quebrado sendo remodelado, para quando olhar no espelho eu sorrir ao invés de chorar.

Para finalizar, quero te dizer uma palavra; não corra contra o vento que te leva pro lugar certo, se você tem dúvida de se a forma que você vive está certa, te proponho olhar no espelho e olhar dentro dos seus olhos e ser sincero(a) consigo mesmo(a) e responder: sou realmente feliz? Tenho a Deus ou O tenho negado? Eu posso sorrir sem dúvida? Se sua resposta for sim, parabéns, continue na batalha, porque será um longo caminho, mas vitorioso. Se sua resposta for não, ora, não se desespere, faça como eu, reconheça o erro e peça a Deus sabedoria, força e coragem para fazer essa mudança de vida, de hábito.

Deus os abençoe, graça e paz!

Loiana Carla

“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;
Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.
Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?
Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras.
Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino.”
Mateus 16:24-28

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s