Publicado em Deus, Meus textos, Minha vida

Não vou me adaptar

Se você for eu vou chorar, não me peça para aceitar os termos de convivência. Faz assim, eu te amo e você me ama, vamos fazer disso o inicio de uma nova jornada. Isso de que é melhor não tentar, não basta. Ou é ou tem medo. Esquece, não vou me adaptar.

Hoje olhei o calendário por mais tempo que deveria e quis marcar sua volta; um dia, doze horas e alguns minutos. Pobre ilusão, não tem data marcada, mas desista, você é minha porta de esperança. Que me chamem de maluca, mas um amor assim, algo tão forte não se joga fora. Me tenha ou queira ir, porém não me obrigue a aceitar qualquer coisa.

collage2

Advertisements

Autor:

''O que sou então? Sou uma pessoa que tem um coração que por vezes percebe, sou uma pessoa que pretendeu pôr em palavras um mundo ininteligível e um mundo impalpável. Sobretudo uma pessoa cujo coração bate de alegria levíssima quando consegue em uma frase dizer alguma coisa sobre a vida humana ou animal.” Clarice Lispector

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s