O amor bateu na minha porta, depois de tanto esperar. Ele disse que estava caprichando e de certa forma cansou de me vê chorar. O amor resolveu se compadecer, comparecer, ser para mim, depois dos ventos adiante. Foi numa noite calorenta, estava em êxito falando com meu amado, quando de repente, se fez amor real, não só fantasia da minha mente. Daí já sabe, fiquei dando pulos de alegria, porque não há sensação melhor do que se sentir amado, desejado. O amor sorriu para mim.

Tem muita gente que não aguenta mais esperar, diz que não existe e pode até pensar que só falo assim porque existiu para mim. Ah, nem sempre, porque já fui dessas desiludidas, com raiva desses romances de novelas, filmes, seriados, livros e afins. Mas meu caros, aprendi a ter paciência, porque de nada adiantava desacreditar, é  ter fé e bola pra frente, aliás só Deus sabe a hora certa e falando em hora certa, muitos relacionamentos não dão certo porque as pessoas perdem a paciência e na carência se jogam de cara sem saber dos riscos que estão na cara.

Ele, o amor, não me veio tão fácil, me veio como deveria vim e cá estou, por incrível que pareça, quieta e ansiosa, amando conforme o sentido e orando conforme a razão. Deus, o criador desse lindo ser que me encantou e dono desse sentimento tão lindo, está me proporcionando a delícia de correr em busca dos sonhos. Não demora, capricha.

collage2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s