484493_3572643487161_1435172825_n_large
Foi amor a primeira vista, não podia negar. Se tornou banal, também não posso negar. Tudo culpa do meu estúpido cupido que não soube lançar a flecha na pessoa certa. Na verdade, quando dizem que não escolhemos quem amamos, eu concordo. Porém, mesmo sabendo que o amor machuca, eu não queria ter o poder de decisão, sou péssima em escolhas, seria pior. Amar me machucou muito, mas nem por isso deixei de acreditar no amor, tudo é experiência, dando ou não certo. Se eu pudesse – aliás, eu posso – então, se eu tivesse coragem eu ligaria pra ele, diria que sinto falta e que o amo mais do que possa imaginar, mas eu sei que ele não sente o mesmo, por isso não arrisco mais. Minha mensagem? Não insista em algo que você sabe que não vai dá certo, mas se tiver 1% de chance, não desanime. Eu deixei de lado, pra não dizer ”desistir”, porque cansei de ficar na mesma tecla  e não ver resposta, mas se eu visse um pontinho de esperança, mergulharia sem medo, mesmo não sabendo o que há no fundo de tudo isso. Começou bem porque eu imaginei tudo e terminou de um jeito banal porque eu descobrir que não existiu nada. Alguns chamam isso de realidade, eu ando chamando de nova visão. Só isso.
.
Loiana Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s