Enjoa, querido, enjoa olhar pros lados e ver tudo do mesmo jeito, que nada mudou, que a gente ainda está no mesmo lugar. Enjoa olhar pro relógio e ver as horas passarem lentamente, diferente daquele nosso inicio que parecia que tudo voava e eu mal conseguia dormir pensando em você. Enjoa te olhar e ver que você não faz nada, que mantem um sorriso forçado, um olhar desviado, mãos tão frias. Que tal se pararmos de fingir e seguir nossas vidas? Pro seu bem, pro meu bem, pra vida.

Loiana Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s