’Minha inspiração é fraca. Tenho muitas vontades, que pulam como se fossem pipocas, mas tenho muita preguiça, que dorme como um bebê recém nascido. Talvez fosse ou bastassem alguns gestos para que eu acabe com tantas coisas dentro de mim, mas se acabar continuarei sendo eu mesma ou mudarei para ser outra pessoa? É lógico que tal pergunta não me convém, mas qual a pergunta que não tem lógica no final de tudo?Todas, exatamente todas as perguntas escondem algo por trás, assim como as respostas e as que nem respostas possuem. Tudo, exatamente tudo, tem um duplo sentido, se não for tudo, 99,9% são, e eu acho mágico, Por que tal magia nisso tudo? Qual a razão pra não haver mágica em tudo? Eu encaro, eu me escondo, eu corro, eu ando, eu durmo ou sei lá o que, e eu quero ser no final feliz e simples e isso é mágico. Essas perguntas são mágicas porque estimulam, sim, nos estimulam a analisar-las e pensar se merecem ou não uma resposta e se vai ser sincera ou vai ser camuflada; falsa, por medo ou puro luxo. A minha inspiração é mágica, tudo para mim é mágico, tem dom, tem cor, tem toque, tem brilho, tem sentido, tem um imã que me puxa com muita curiosidade ou paixão.

Enfim, comecei falando da minha inspiração, aliás, da falta dela e de como tenho preguiça de pôr em palavras o que existe dentro de mim e acabei falando de mágica. Olha aí, é ou não é pura mágica? A inspiração é inusitada e a preguiça pura imaginação do meu espírito melodramático. Só rindo de tal fato para me fazer sentir mais leve, e lá vou eu.

Loiana Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s