O pior é sentir que não é amada, que ninguém te olha, ninguém te quer. Pior também é ver todos sorrindo, jogando flores ao vento, enquanto você chora e colhe cacos de vidros.  Pior é querer quem não te quer, quem não te olha e nem percebe sua falta. Pior mesmo, mesmo é amar demais e  ter aquela sensação de que esse amor é jogado ao lixo. Pior é tanta coisa, tanta que não cabe aqui e nem em palavras. Pior é sensação ruim, ressaca, desamor, ignorância, guerra e tudo de ruim. Pior, pior é o que estou sentindo. Aperto no peito, coração gritando, lágrimas escorrendo ao ponto de parecerem cachoeira. Pior, meu amigo, é ter inspiração só na dor, nessa dor e por ironia sorrir sabendo que se é útil. Pior é ter a leve impressão de que independente do que aconteça, tudo vai ficar bem, mas saber que esse bem é demasiadamente teimoso para chegar. Pior é meio sorriso, puro sarcasmo com a vida, sabendo que pior sempre melhora em sua maioria. Pior, meu pior é ter tantos piores e nem um pouco de bom pra contar. Quem sabe? Pior é que a vida surpreende, sem nossa permissão, chuta e nos empurra e faz cara de quem é boazinha. Boa ela é, e cheia de enigmas e o pior é que gosta desse pior da vida; saber que ela sempre tem permissão de Deus para nos encher de surpresas no final de tudo.

Loiana Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s