Espera-se o máximo de alguém que achamos hiper perfeito. Mas, no fundo, sabemos que não há perfeição em um ser humano. Na verdade, o bom é isso, não ser perfeito. O bom é a surpresa, as coisas inesperáveis e o mistério vindo desse alguém. Graças a Deus, por não nos ter dado essa ”perfeição” completa. Se fossemos perfeitos a vida não teria sentido em algumas coisas, pois do perfeito sempre vem o que se espera, o visível, o que se imagina. Já que não somos, o que se espera então? Mistério, suspense e enigmas. Ou seja, não se sabe. É tudo, a cada dia, uma caixa branca, preto ou colorida, com o dentro vazio, cheio ou pela metade. É um segredo, aquela coisa de ”o que será?” em vez de ”será assim, eu sei”.

Que graça teria a vida se todo mundo fosse previsível? O bom dela é isso, ser incontrolável, imaginável, futurística e misteriosa ao extremo, tão extremo que chega a nos dar medo e frio na barriga. É quase como uma relação amorosa. Ama-se, mas cada dia ao lado de quem se ama é surpresa, é duvidoso, cheio de interrogações. Complicado, eu sei, mas por que não esperar nada? Assim nos decepcionamos menos e iremos ver também, que ser imperfeito é uma forma de ser perfeito. Como diz um trecho de uma música do Oasis, ”a verdadeira perfeição tem de ser imperfeita”, e concordo com eles, pode ser besteira, mas é a verdade.

Vamos deixar a vida fazer a parte dela. Encarar assim tão de repente é perigoso. Pois quando se espera demais, pouco se recebe ou nada, e, sem contar que muitos não tem paciência e tolerância em longas e misteriosas esperas.

Loiana Carla

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s